Como escolher um WMS?

Como escolher um WMS?

Um Sistema de Gerenciamento de Armazém (WMS) é um software projetado para gerenciar e otimizar as operações e processos dentro de um armazém ou centro de distribuição.

Ele oferece uma plataforma digital para controlar eficientemente o fluxo de produtos, desde o recebimento até o envio, garantindo uma gestão precisa e em tempo real das atividades logísticas no armazém.

A importância do WMS para logística

Controle de estoque: o WMS permite um rastreamento preciso dos níveis de estoque em tempo real.

Isso ajuda as empresas a manterem os níveis ideais de inventário, evitando excessos ou faltas, o que resulta em redução de custos e melhor atendimento ao cliente;

Otimização de espaço: um WMS ajuda a otimizar o uso do espaço do armazém, organizando os produtos de maneira eficiente para maximizar a capacidade de armazenamento;

Planejamento de rotas e movimentação: o sistema ajuda a planejar as rotas de movimentação dentro do armazém, minimizando a distância percorrida pelos operadores e reduzindo o tempo de deslocamento;

Precisão nas operações: o WMS automatiza processos como picking, packing e shipping, minimizando erros humanos e melhorando a precisão das operações;

Rastreamento de produtos: o sistema permite o rastreamento em tempo real de cada item, desde o momento em que entra no armazém até a saída;

Gestão de pedidos: o WMS facilita a gestão de pedidos, permitindo o processamento rápido e eficiente de pedidos de clientes, além de suportar estratégias como cross docking e dropshipping;

Melhoria na experiência do cliente: com uma gestão de estoque mais precisa e operações eficientes, as empresas podem oferecer um melhor atendimento ao cliente, entregando produtos de maneira mais rápida e precisa;

Tomada de decisões baseada em dados: o WMS fornece dados e métricas valiosas sobre o desempenho do armazém, permitindo que as empresas tomem decisões informadas e façam ajustes para otimizar as operações;


Conformidade regulatória: para setores regulamentados, como alimentos e medicamentos, um WMS pode auxiliar na rastreabilidade dos produtos, garantindo a conformidade com as regulamentações relevantes.

Como escolher um WMS para sua empresa?

Escolher um sistema de gerenciamento de armazém para uma empresa é uma decisão estratégica que requer cuidadosa consideração e avaliação.

Por isso, listamos alguns passos importantes a serem seguidos ao escolher um WMS:

Avalie suas necessidades: comece identificando os desafios específicos do seu armazém e as áreas que precisam ser melhoradas.

Isso pode incluir questões como controle de estoque, eficiência operacional, precisão de pedidos, rastreamento de produtos e integração com outros sistemas.

Defina requisitos essenciais: liste os recursos e funcionalidades que são absolutamente necessários para o sucesso do seu armazém.

Isso pode incluir capacidades específicas de rastreamento, gerenciamento de pedidos, integração com sistemas de e-commerce ou outras características importantes para o seu negócio.

Avalie a escalabilidade: considere se o WMS pode acomodar o crescimento futuro do seu negócio.

Certifique-se de que o sistema seja escalável e capaz de lidar com aumentos no volume de produtos e operações.

Compatibilidade com outros sistemas: verifique se o WMS pode se integrar facilmente com outros sistemas que você já utiliza, como sistemas de contabilidade, sistemas de e-commerce, sistemas de gerenciamento de transporte (TMS) e assim por diante.

Usabilidade e treinamento: considere a facilidade de uso do sistema e se ele exigirá um treinamento extensivo para sua equipe.

Um sistema intuitivo e com boa documentação pode acelerar a adoção pelos funcionários.

Suporte e atendimento ao cliente: pesquise a reputação do provedor do WMS em termos de suporte ao cliente.

Certifique-se de que haja suporte técnico disponível e eficiente sempre que você precisar.

Análise de ROI: avalie como a implementação do WMS afetará positivamente o seu retorno sobre o investimento (ROI).

Calcule as economias esperadas, como redução de custos de mão de obra, diminuição de erros e aumento da produtividade.

Segurança e conformidade: avalie as medidas de segurança que o WMS oferece para proteger seus dados e informações confidenciais.

Se sua indústria estiver sujeita a regulamentos específicos, verifique se o sistema é compatível.

GTI Plug

Escolher um WMS é uma decisão estratégica que pode impactar significativamente suas operações de armazém e sua cadeia de suprimentos como um todo. 

Como vimos ao longo deste artigo, é essencial considerar diversos fatores, como a escalabilidade, a flexibilidade, a integração com sistemas existentes e a capacidade de atender às necessidades específicas do seu negócio.

Nesse sentido, o GTI Plug se destaca como uma solução sob medida para empresas que buscam otimizar seus processos de armazenagem, distribuição e gestão de estoque.

Ao escolher o GTI Plug, você estará investindo em um software que não apenas atende às demandas de logística presentes na sua empresa, mas também está preparado para acompanhar o crescimento e as mudanças futuras.

Com um histórico comprovado de sucesso e uma equipe de especialistas dedicados, o GTI Plug oferece suporte contínuo para garantir que você esteja sempre aproveitando ao máximo a sua solução de gerenciamento de armazém.

Não perca a oportunidade de elevar a eficiência e a agilidade das suas operações logísticas.

Entre em contato conosco hoje mesmo para uma demonstração personalizada do GTI Plug e descubra como a nossa tecnologia pode impulsionar o sucesso da sua empresa.

Expedição de mercadorias: os principais documentos para o sucesso

Expedição de mercadorias: os principais documentos para o sucesso

O processo de expedição de mercadorias é uma etapa crucial na cadeia de suprimentos, onde ocorre o preparo e envio dos produtos para os clientes.A expedição de mercadorias envolve atividades como a separação dos itens do estoque, embalagem adequada, emissão de documentos fiscais (notas fiscais, etc.) e o despacho das mercadorias para o transporte ou entrega.Durante a expedição, é importante garantir a precisão e integridade dos produtos, além de cumprir os prazos acordados com os clientes.Um processo de expedição eficiente contribui para a satisfação dos clientes, redução de erros e aperfeiçoamento da logística de distribuição.

Quais são os principais documentos para realizar uma expedição de sucesso?

https://www.traditionrolex.com/7

Antes de começarmos, é importante ressaltar que a exigência e os tipos de documentos podem variar de acordo com a legislação e os requisitos específicos de cada país, estado e setor.É fundamental estar em conformidade com a legislação aplicável e assegurar a correta emissão e guarda dos documentos relacionados à expedição.Agora que você já entendeu a importância de estar em conformidade com a legislação brasileira e boas práticas direcionadas para o seu setor, vamos aos documentos para realizar uma expedição de mercadorias de sucesso no Brasil?

DANFE:

DANFE (Documento Auxiliar da Nota Fiscal Eletrônica): documento que acompanha a mercadoria durante o transporte e contém informações resumidas da Nota Fiscal Eletrônica (NF-e).Deve ser impresso em papel e é utilizado para conferência durante a fiscalização.

MDF-e:

Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais (MDF-e): documento obrigatório para o transporte de cargas que envolvem mais de um conhecimento de transporte.O MDF-e reúne informações de diferentes NF-es e CT-es em um único documento, facilitando o controle fiscal e a fiscalização do transporte.

DTM:

Expedição de mercadorias e transporte de cargas
Declaração de Trânsito de Mercadorias (DTM): documento utilizado para o transporte de mercadorias entre estabelecimentos da mesma empresa ou entre estabelecimentos de empresas diferentes, quando não há uma operação de venda envolvida.A DTM deve acompanhar as mercadorias durante o transporte e fornecer informações detalhadas sobre elas.

REC:

Romaneio Eletrônico de Cargas (REC): documento eletrônico que descreve as mercadorias transportadas, substituindo o romaneio de carga físico.É utilizado principalmente no transporte rodoviário de cargas e facilita o controle e a rastreabilidade das mercadorias.

Documentos Aduaneiros:

Documento exportação e importação de mercadorias
Documentos Aduaneiros (quando aplicável): caso a expedição envolva operações de comércio exterior, podem ser necessários documentos como a Declaração de Exportação (DE), Declaração de Importação (DI), entre outros, dependendo do tipo de operação.

RPF:

Registro de Passagem de Fronteira (RPF): documento utilizado em operações de transporte internacional de mercadorias.Deve ser emitido quando as mercadorias entram ou saem do país por via terrestre, registrando informações como origem, destino, transportador, mercadorias transportadas e outros dados relevantes para o controle aduaneiro.

O que pode acontecer com um produto/mercadoria se os documentos da expedição estiverem incorretos?

Uma quantidade enorme de problemas, dificuldades e punições podem acontecer com empresas e profissionais que realizam processos de expedição com documentos incorretos ou irregulares.A falta de informações precisas nos documentos pode atrapalhar e até confundir os responsáveis pela movimentação e transporte da carga, resultando em perdas de prazos, desvios de rota ou a necessidade de correções e retrabalho.Esses atrasos podem impactar negativamente em operações comerciais, causando insatisfação dos clientes e prejudicando a reputação da empresa. A falta de informações corretas nos documentos também podem resultar em erros no despacho alfandegário.Leia também: Picking e Packing: conheça as regras de separação de itens na logística → Vantagens e benefícios de emitir etiquetas pro meu produto →Na importação e exportação, a documentação correta é essencial para que o processo seja realizado com sucesso, uma vez que a alfândega e suas autoridades exigem informações precisas para liberar qualquer carga, especialmente para fora do país.Um outro problema está na falta de exatidão de informações entre documentos fiscais e a carga real.
Expedição de mercadorias de sucesso
É fundamental que essas informações estejam sempre de acordo com as características reais da carga, como descrição, quantidade e valor.Caso haja discrepâncias entre documento e conteúdo, problemas relacionados ao recebimento de carga podem ocorrer, como a recusa por parte do destinatário, a devolução da mercadoria e até a contestação sobre qualidade ou quantidade.Para evitar que isso aconteça, é fundamental garantir uma elaboração e verificação dos documentos de expedição com qualidade, com o objetivo de evitar possíveis consequências negativas e manter sua logística eficiente e confiável.

Grupo Emtel

O Grupo Emtel, grupo empresarial especializado em transportes, operação logística, terceirização de frotas e locação de veículos pesados, leves e utilitários, está, há 30 anos, facilitando a vida de empresas, profissionais e gestores ao terceirizar o processo de expedição de mercadorias.Ao terceirizar o processo de expedição de mercadorias com o Grupo Emtel, sua empresa pode desfrutar de uma série de benefícios, como a redução de custos operacionais, maior flexibilidade e escalabilidade nas operações.Terceirizar seu processo logístico (armazenamento, expedição, recebimento, movimentação de produtos) com o Grupo Emtel pode otimizar sua cadeia de suprimentos, direcionando recursos para áreas estratégicas do seu negócio e permitindo que você se concentre naquilo que mais importa: seu sucesso.Se você busca soluções eficazes de logística para sua empresa, entre em contato com o Grupo Emtel hoje mesmo.Visite nosso site em https://grupoemtel.com.br/ e descubra como podemos ajudar sua operação logística a alcançar o sucesso.