O que significa GTIN?

O que significa GTIN?

No mundo do comércio e da logística, a organização e a eficiência são fundamentais para garantir a fluidez das operações e a satisfação do cliente.

Uma das ferramentas essenciais para alcançar esse objetivo é o GTIN (Global Trade Item Number), um padrão internacional para a identificação de produtos.

Neste artigo, exploraremos o significado do GTIN, suas funcionalidades, e as vantagens que oferece para as marcas.

O que é GTIN?

GTIN, sigla para Global Trade Item Number, é um número de identificação único que é atribuído a cada produto no mercado.

Esse sistema foi desenvolvido pela GS1, uma organização internacional dedicada à criação e implementação de padrões globais para as cadeias de suprimentos.

O GTIN pode ser encontrado sob a forma de código de barras, que é amplamente utilizado em embalagens de produtos ao redor do mundo para facilitar o rastreamento, a venda e a gestão de inventário.

Os GTINs podem variar em comprimento, dependendo do tipo de produto e do país de origem, e podem incluir o UPC (Universal Product Code), EAN (European Article Number), e outros formatos.

Este sistema numérico universal garante que cada produto seja reconhecível e rastreável globalmente.

Para que serve o GTIN?

O GTIN é usado para diversos propósitos no comércio e na logística, tais como:

  • Identificação universal: cada produto possui um GTIN único, o que elimina a confusão e os erros frequentemente associados com nomes de produtos similares ou descrições ambíguas.
  • Rastreamento eficiente: com o GTIN, empresas podem rastrear facilmente produtos ao longo da cadeia de suprimentos, desde a fabricação até a entrega ao consumidor final.
  • Gestão de inventário: o GTIN facilita a gestão de inventário ao permitir um controle preciso dos estoques, o que é vital para a prevenção de excessos ou faltas de produtos.
  • Facilitação de vendas: os GTINs são essenciais para processos automatizados em pontos de venda e para transações online, simplificando e acelerando o processo de checkout.

Quais as vantagens para as marcas?

A implementação do GTIN traz várias vantagens significativas para as marcas, incluindo:

  • Visibilidade global: o GTIN permite que produtos sejam vendidos e reconhecidos globalmente, o que é particularmente útil para empresas que operam em múltiplos mercados.
  • Redução de erros: a identificação única de cada produto minimiza os erros de envio e recebimento, reduzindo custos associados com devoluções e satisfação do cliente.
  • Otimização de SEO: no e-commerce, o GTIN ajuda na otimização dos motores de busca (SEO), tornando os produtos mais fáceis de encontrar online através de pesquisas.
  • Confiança do consumidor: produtos identificados com GTIN são percebidos como mais confiáveis, já que essa padronização é associada a uma maior organização e profissionalismo por parte das marcas.

Integração do GTIN

O GTIN é mais do que apenas um número, é uma chave que desbloqueia eficiência e integração em uma escala global.

Para empresas que buscam expandir suas operações e melhorar a gestão logística, a implementação do GTIN é essencial.

Além de facilitar as operações diárias, ele também contribui significativamente para a otimização de processos de venda e gestão de inventário.

Portanto, adotar o GTIN não é apenas uma prática recomendada, é um passo crucial para garantir competitividade e sucesso no mercado global.

Ao implementar o GTIN em seu sistema logístico, a próxima etapa para maximizar a eficiência é a adoção de uma plataforma robusta que gerencie esses dados de forma eficaz.

Aqui é onde o GTI Plug se destaca. Nosso sistema foi desenvolvido para integrar-se com os padrões de GTIN, proporcionando uma gestão de estoque mais inteligente e responsiva.

Com o GTI PLug implantado no seu armazém/estoque, você utiliza seu espaço físico da forma mais adequada, organiza seus produtos com base em informações em tempo real, organiza o espaço disponível possibilitando maior agilidade na movimentação de mercadorias.

Além disso, você garante a disponibilidade dos seus produtos para atender seus clientes de forma totalmente eficiente.

Pronto para otimizar seu estoque com GTI Plug?

Não deixe que a gestão de seu estoque seja um empecilho para o crescimento de seu negócio.

Integre com o GTI Plug e transforme seu armazém em um modelo de eficiência e agilidade.

Entre em contato com a gente hoje mesmo e agende uma demonstração gratuita para saber mais e iniciar sua jornada rumo a uma gestão de estoque superior!

Período de safra: a importância de plantar no momento certo

Período de safra: a importância de plantar no momento certo

Em um mundo onde a agricultura desempenha um papel fundamental não apenas na economia, mas também na sustentabilidade ambiental, entender o período de safra é essencial.

Plantar no momento certo não apenas maximiza a produção, mas também assegura a qualidade dos alimentos que chegam à nossa mesa.

Neste artigo, vamos falar um pouco sobre o conceito de período de safra, suas características e a importância de alinhar os ciclos de plantio com os ritmos naturais do ambiente.

Continue lendo!

O que é período de safra?

O período de safra refere-se ao tempo mais propício para o cultivo de determinadas culturas, variando conforme a região geográfica, clima e características do solo.

Este período é determinado por fatores ambientais que favorecem o crescimento e desenvolvimento das plantas, garantindo uma colheita abundante e de alta qualidade.

Entender o ciclo de safra de cada cultura é crucial para planejar o plantio e otimizar a produção agrícola.

Características do período de safra

O período de safra é marcado por condições climáticas ideais, como temperatura, umidade e luminosidade adequadas, que são essenciais para o crescimento das plantas.

Durante a safra, as plantas atingem seu potencial máximo de desenvolvimento, resultando em frutos mais saborosos e nutritivos.

Além disso, plantar na safra certa pode reduzir a necessidade de irrigação artificial e uso de pesticidas, pois as condições naturais ajudam a controlar pragas e doenças.

O papel das safras na segurança alimentar

O impacto das safras na segurança alimentar é indiscutível.

Elas desempenham um papel vital ao garantir o fornecimento de alimentos para a população.

A diversificação das culturas é essencial para evitar a dependência excessiva de um único tipo de alimento, promovendo assim uma dieta mais equilibrada e nutritiva.

O impacto ambiental das safras

As práticas agrícolas têm um papel significativo na saúde do nosso planeta, podendo contribuir tanto positiva quanto negativamente para o meio ambiente.

O emprego intensivo de pesticidas, a gestão inadequada do solo e a destruição de habitats naturais representam grandes desafios para a agricultura contemporânea.

Por outro lado, a adoção de métodos de cultivo sustentáveis, como a prática da agricultura orgânica e a implementação de estratégias para a conservação do solo, oferece a possibilidade de minimizar esses impactos adversos, favorecendo a proteção do meio ambiente.

Importância do período de safra

Plantar no período de safra certo é fundamental por várias razões.

Primeiramente, maximiza a produção agrícola, o que é essencial para alimentar uma população crescente.

Além disso, contribui para a sustentabilidade, reduzindo o impacto ambiental da agricultura.

Ao aproveitar as condições naturais favoráveis, os agricultores podem diminuir o uso de recursos artificiais como água e fertilizantes químicos, o que é benéfico tanto para o meio ambiente quanto para a saúde humana.

Por fim, o cultivo no período correto pode também aumentar a rentabilidade dos agricultores, pois a produção de alta qualidade alcança melhores preços no mercado.

Portanto, para os agricultores modernos, alinhar o plantio com o período de safra não é apenas uma prática agrícola, mas uma estratégia vital para o futuro do nosso planeta.

Para dicas de como melhorar a produtividade das operações no campo, acesse o nosso artigo do blog clicando aqui.

Eficiência e confiança na hora de investir na sua plantação

Ao investir na sua colheita, é crucial encontrar equipamentos que ofereçam eficiência e confiança para garantir resultados satisfatórios.

Nesse sentido, a linha de tratores da ASAP LS Tractor se destaca como uma excelente escolha.

Com uma variedade de modelos adaptados às diversas demandas agrícolas, essas máquinas oferecem não apenas desempenho superior, mas também durabilidade comprovada.

Se você está em busca de tratores agrícolas que combinam inovação e funcionalidade, seja ele novo ou seminovo, não deixe de conferir os modelos disponíveis no site da Asap ou entrar em contato diretamente pelo telefone (31) 3509-9102.

Como a tecnologia ajuda a evitar perdas no estoque

Como a tecnologia ajuda a evitar perdas no estoque

Na era da transformação digital e em um cenário empresarial dinâmico, onde o gerenciamento de estoque desempenha um papel crucial, a tecnologia surge como a principal aliada na prevenção de perdas e na otimização dos processos logísticos.

Neste artigo, vamos explorar como a adoção de soluções tecnológicas, especialmente o Sistema de Gerenciamento de Armazém (WMS), pode transformar a gestão de estoque, reduzindo erros, aumentando a eficiência e trazendo mais lucro.

Por que as perdas no estoque são um desafio significativo

O período de final e início de ano, apresenta desafios significativos para os gestores de armazéns, marcado por picos de demanda e a complexidade do inventário físico anual.

A complexidade dos desafios logísticos pode resultar em perdas significativas no estoque.

Variações na demanda, erros humanos, prazos de validade e obsolescência de produtos são apenas alguns dos fatores que tornam o controle de estoque uma tarefa desafiadora.

Investir em tecnologias para o gerenciamento de estoque oferece soluções capazes de reverter esse quadro.

O Sistema WMS destaca-se como uma ferramenta fundamental, proporcionando uma visão integrada do inventário e otimizando processos para reduzir as margens de erro.

Para saber mais, continue lendo!

A ascensão do WMS na gestão de estoque

O WMS revolucionou a gestão de estoque ao oferecer recursos avançados para rastreamento em tempo real, automação de processos e integração eficiente com outras tecnologias.

Essa revolução tem sido fundamental para enfrentar os desafios do controle de estoque de maneira eficaz.

Dados atualizados e estatísticas relevantes destacam seu impacto positivo na redução de perdas no estoque e na melhoria geral da eficiência logística.

Empresas que implementaram com sucesso o WMS experimentaram ganhos substanciais em termos de precisão e agilidade.

Como o sistema WMS evita perdas no estoque

A visibilidade em tempo real proporcionada pelo software é uma vantagem crucial na redução de perdas, permitindo o rastreamento preciso de cada item desde o momento de sua chegada ao armazém até a expedição.

O sistema WMS não se restringe apenas às operações internas do estoque, ele abrange toda a cadeia de suprimentos, impactando a qualidade das entregas, a gestão de custos e até mesmo a sustentabilidade.

Até aqui, você compreendeu como o uso da tecnologia pode prevenir perdas no estoque.

Agora, vamos explorar em detalhes como a implementação de um sistema WMS pode contribuir na prática.

Desde a precisão na identificação de itens até a agilidade na movimentação de mercadorias, cada aspecto será abordado para destacar como a tecnologia pode ser a peça-chave para um estoque mais eficiente e, consequentemente, para o crescimento sustentável do negócio.

Endereçamento correto

Um processo de endereçamento caótico pode levar a erros significativos.

O WMS, por meio de mapeamento inteligente, organiza produtos de forma estratégica, considerando tamanho, data de vencimento e rotatividade.

Isso não apenas agiliza a localização de itens, mas também previne danos e vencimentos.

Visibilidade em tempo real

A visibilidade em tempo real oferecida pelo WMS garante uma atualização instantânea de dados essenciais do estoque.

Rastreamento completo desde a entrada até a expedição permite a identificação imediata de irregularidades, como picos inesperados de venda ou falhas no fornecimento.

Rastreabilidade precisa

A precisão no rastreamento, usando códigos de barras ou RFID, elimina erros manuais e previne discrepâncias entre o registro no sistema e a realidade física.

O histórico de movimentações facilita a identificação de possíveis causas em caso de perdas.

Inventários cíclicos

O WMS aprimora os inventários cíclicos ao programar contagens automáticas, evitando interrupções nas operações normais e permitindo a identificação ágil de discrepâncias entre o estoque real e o registrado.

Controle de qualidade

Além de facilitar a contagem, o WMS assegura a qualidade dos produtos, alertando sobre itens que não atendem aos critérios estabelecidos, evitando perdas associadas a mercadorias danificadas ou vencidas.

Análise preditiva

A análise preditiva do WMS permite ajustes dinâmicos nos níveis de estoque, reduzindo perdas e melhorando a eficiência operacional, antecipando demandas durante promoções sazonais e evitando faltas de produtos.

Alertas e notificações

Estabelecer alertas para prazos de validade iminentes possibilita respostas ágeis a cenários que poderiam resultar em perdas significativas, funcionando como um eficaz escudo contra situações indesejadas.

Segurança contra roubos e danos

O WMS garante a integridade física e financeira dos produtos armazenados, utilizando recursos como vigilância por câmeras, controle de acesso restrito e rastreamento por códigos de barras ou RFID.

Transformando desafios em oportunidades

A tecnologia, especialmente o WMS, é um aliado poderoso na prevenção de perdas no estoque.

Ao adotar soluções tecnológicas avançadas, as empresas podem garantir operações mais eficientes, melhorar a precisão do estoque e posicionar-se de maneira mais competitiva no mercado logístico moderno.

Investir em tecnologia é investir no sucesso a longo prazo. Sua empresa merece a melhor solução, e com o GTI Plug, você está no comando da revolução logística.

Entre em contato agora mesmo para saber mais.

Gestão Logística: Tecnologias para o Transporte de Cargas

Gestão Logística: Tecnologias para o Transporte de Cargas

A dinâmica da gestão logística, sofreu mudanças significativas devido à pandemia, acelerando tendências e transformando processos.

Diante desse cenário, a transição da Logística 4.0 para a Logística 5.0 se faz necessária, incorporando não apenas modernização de sistemas, mas também integrando tecnologias aos princípios de sustentabilidade, economia circular e eficiência operacional.

Enquanto a gestão logística abrange diversas etapas, é no transporte de cargas que os desafios se tornam mais evidentes.

A boa notícia é que as tecnologias para transportadoras estão prontas para automatizar atividades, gerenciar riscos, reduzir custos e otimizar as operações de entrega.

O Papel Fundamental da Gestão Logística

Embora muitos associem logística apenas ao transporte, a gestão logística vai além, aprimorando desde a compra de insumos até a entrega final.

Seu propósito é garantir eficiência em toda a cadeia de suprimentos, otimizando recursos, facilitando o acompanhamento de indicadores, reduzindo custos e aumentando a produtividade.

Na era da Logística 5.0, a gestão logística torna-se estratégica, alinhando-se aos anseios do mercado e das expectativas dos clientes, especialmente na fase crucial do transporte de cargas.

Tipos de Gestão Logística

Logística de Produção

Organiza o processo de fabricação, desde a chegada da matéria-prima até a liberação dos pedidos, priorizando demandas e ajustando o ritmo de produção conforme as necessidades.

Logística de Distribuição

Responsável por garantir que as cargas cheguem ao destino com segurança e qualidade, envolvendo etapas de embarque, transporte e entrega.

Requer foco na segurança e agilidade do transporte rodoviário.

Logística Reversa

Contribui para a sustentabilidade, viabilizando devoluções e reaproveitamento de produtos, embalagens e materiais, alinhando-se aos princípios da Logística 5.0.

Logística de Suprimentos

Planeja e adquire insumos, evitando desperdícios e garantindo a qualidade da matéria-prima.

Importância da Gestão Logística para Empresas

A gestão logística impacta diretamente nos resultados, proporcionando benefícios no transporte de cargas, como:

Acompanhamento Preciso

Utilizando tecnologias, a gestão logística proporciona um acompanhamento mais preciso e eficiente, identificando falhas rapidamente e reduzindo impactos nas entregas.

Tomada de Decisões

Com acesso a dados confiáveis, a tomada de decisões torna-se mais assertiva, melhorando a eficiência operacional.

Redução de Custos

Controlando custos e diminuindo prejuízos, a gestão logística contribui para o aumento dos lucros na cadeia de suprimentos.

Produtividade

Melhora a produtividade ao seguir o planejamento, identificar falhas e automatizar processos.

Gestão da Frota

Um sistema eficiente de gestão de frotas e tecnologias de rastreamento garantem a preparação dos veículos e motoristas, facilitando o controle das operações logísticas.

Tecnologias para Eficiência da Gestão Logística

A Logística 4.0 já evidenciou a importância da tecnologia.

Recursos como automação, gestão de armazéns, rastreamento, monitoramento, roteirização e contratação de frete são essenciais.

Integrar essas tecnologias em uma torre de controle é crucial para maximizar a eficiência, reduzir custos e melhorar a segurança, alinhando-se à proposta da Logística 5.0.

Gestão logística e torre de controle

A implementação de uma torre de controle representa uma etapa crucial para aprimorar a eficiência operacional na cadeia de suprimentos, com ênfase especial na logística de transporte rodoviário de cargas.

No entanto, para atingir um bom desempenho, reduzir custos, aprimorar a segurança e manter-se competitivo, é necessário abraçar inovações e soluções totalmente integradas.

A torre de controle é um paradigma ilustrativo de como concentrar as operações logísticas em um ambiente unificado, integrando todas as tecnologias disponíveis, resulta em avanços tangíveis de performance.

Essa solução simplifica a tomada de decisões e eleva o padrão das operações logísticas.

Ao investir em uma torre de controle, as empresas:

  • Monitoram precisamente a operação em tempo real;
  • Tomam decisões fundamentadas em dados gerados automaticamente;
  • Minimizam custos relacionados a diárias, horas extras, atrasos na entrega, danos à mercadoria, acidentes e roubos de carga.

Em resumo, a gestão logística 5.0, aliada às tecnologias de ponta, é essencial para superar desafios no transporte de cargas, proporcionando uma cadeia de suprimentos sustentável, eficiente e alinhada às expectativas do mercado moderno.

Como fazer a integração perfeita de toda a tecnologia para transportadoras?

A Emtel se destaca como uma das principais empresas especializadas em operações de transporte no país.

Atualmente, atuamos em cinco grandes frentes: logística, transporte, gestão de frotas, carros para app e venda de seminovos.

Com metodologias modernas, prestamos serviços de operação logística que engloba recebimento, tratamento, conservação, inventários, controle de estoques por meio de WMS, SAP e RFID, separação, embalagem e entrega de materiais.

Encontre a solução ideal para o seu negócio com o suporte de quem é especialista em gestão logística.

Logística no Varejo: Como superar os desafios no período de festas

Logística no Varejo: Como superar os desafios no período de festas

A logística desempenha um papel crucial na economia mundial, especialmente diante dos desafios contemporâneos.

Em um cenário global afetado pela pandemia de COVID-19, a logística no varejo se destaca como um serviço vital para suprir as necessidades da população e impulsionar o mercado.

Neste artigo, exploraremos os desafios enfrentados pela logística no varejo e as estratégias para superá-los, destacando a importância de otimizar processos, integrar tecnologias e antecipar as demandas do mercado.

A Importância Estratégica da Logística no Varejo

No contexto atual, a logística no varejo vai além de simplesmente movimentar produtos, ela é um elemento crucial para atender às demandas do mercado de forma eficiente, com controle interno, entregas rápidas e custos reduzidos.

A otimização logística não só garante a satisfação do cliente como também impulsiona as vendas, destacando-se como fator determinante para o sucesso no setor varejista.

No entanto, otimizar a logística vai além do simples transporte de produtos, requer um planejamento estratégico e a implementação de ferramentas tecnológicas para alcançar resultados expressivos.

Alguns exemplos são:

  • Eficiência e economia no transporte;
  • Controle aprimorado de estoque;
  • Satisfação garantida dos clientes;
  • Aumento nas vendas.

Principais Desafios na Logística do Varejo

Dada a sua posição como uma das áreas mais dinâmicas da economia, a logística no varejo enfrenta diversos desafios diários. Compreender as barreiras potenciais para os negócios é fundamental para uma gestão eficaz.

Vamos explorar os desafios mais comuns da logística no varejo e estratégias para lidar com cada um deles?

Olha só!

1. Adaptação às Novas Tecnologias

A rápida evolução tecnológica oferece benefícios substanciais para a logística, desde a otimização de processos até a redução de erros e custos.

No entanto, muitas empresas enfrentam desafios ao adotar novas tecnologias. Superar a resistência e compreender a importância da tecnologia é crucial para manter a competitividade e evitar a obsolescência no mercado.

2. Geração de Valor para o Consumidor

Em um mercado altamente competitivo, oferecer mais do que simplesmente bons preços e produtos de qualidade tornou-se essencial.

A experiência completa de compra, desde o pedido até a entrega e satisfação pós-venda, é um desafio complexo que exige atenção especial dos gestores logísticos.

3. Gerenciamento de Estoque Eficiente

Seja para um e-commerce ou uma loja física, o gerenciamento de estoque é um fator crítico.

Estoque desorganizado pode resultar em atrasos nas entregas e comprometer toda a cadeia logística.

Estratégias de controle em tempo real, investimento em tecnologia e automação são fundamentais para superar esse desafio.

Estratégias para Superar Desafios Logísticos no Varejo

O sucesso de empreendedores e gestores na área logística depende da superação eficiente desses desafios, requerendo compreensão aprofundada do negócio, comprometimento e abertura para a inovação.

Algumas ações essenciais incluem:

  • Otimização de Processos de Compra

A eficiência dos processos de compra é essencial para a satisfação do cliente.

Gerenciar prazos de entrega, organizar rotas de entrega e eliminar custos desnecessários são estratégias para oferecer a melhor experiência ao consumidor, garantindo a competitividade e visibilidade da marca.

  • Controle de Estoque em Tempo Real

O estoque, sendo a base da logística eficiente, requer atenção constante. Investir em plataformas digitais que ofereçam controle, atualização e organização em tempo real é crucial.

Essa abordagem proporciona uma compreensão mais profunda do volume de vendas, facilita a gestão de novas compras, prevê demandas futuras e evita desperdícios.

  • Integração Tecnológica

A transformação digital é uma realidade inevitável para o varejo. Investir em softwares e tecnologias é agora uma necessidade para manter a competitividade.

Essas ferramentas não só aceleram processos, mas também proporcionam visibilidade, reduzem gastos desnecessários e garantem segurança nas operações.

  • Estratégia Omnichannel

A estratégia omnichannel, que integra canais de venda físicos e virtuais, é uma tendência crescente no varejo.

Embora ofereça uma experiência de compra única, sua implementação exige uma gestão logística alinhada, considerando fatores como gestão precisa de estoque, interação entre processos, comunicação eficaz e rotas de distribuição bem planejadas.

Evitando Armadilhas Logísticas Comuns

Apesar da importância das operações logísticas no varejo, muitos gestores ignoram situações críticas e atuam sem planejamento adequado, resultando em prejuízos consideráveis e comprometendo o desempenho do negócio.

Vamos explorar os erros mais comuns e estratégias para evitá-los.

  • Fortalecimento da Comunicação

A falta de comunicação é uma armadilha comum que pode comprometer toda a cadeia logística.

Investir em meios eficientes de comunicação em tempo real é crucial para evitar contratempos e garantir o fluxo adequado de informações.

  • Consulta Regular ao Estoque

Evitar falhas simples, como a falta de consulta regular ao estoque, é essencial para manter a integridade da relação com o cliente.

Plataformas digitais modernas oferecem soluções ideais para garantir que as informações apresentadas aos clientes estejam sempre alinhadas com a disponibilidade real dos produtos em estoque.

  • Treinamento da Equipe Logística

A falta de preparo e treinamento da equipe logística pode resultar em erros prejudiciais, afetando diretamente a qualidade da venda.

Investir em treinamentos internos, alinhando procedimentos para todas as etapas, garante que a equipe esteja preparada para oferecer serviços impecáveis, promovendo uma experiência positiva para o cliente.

  • Análise do Histórico de Resultados

A gestão eficiente deve ser baseada na análise do histórico de resultados.

Acompanhar de perto os indicadores de desempenho, pós-venda e pesquisas de satisfação é fundamental para identificar áreas de melhoria e proporcionar serviços cada vez melhores.

  • Incorporação de Tecnologia

Ignorar o potencial da tecnologia é uma armadilha comum no varejo tradicional.

Recursos tecnológicos oferecem melhor controle das atividades, visibilidade, ação precisa, redução de gastos desnecessários e agilidade nas entregas.

O investimento em softwares e tecnologia é a chave para garantir transparência e eficiência em todos os processos.

Tendências Futuras na Logística do Varejo

As tendências futuras na logística do varejo estão fortemente ligadas à adoção de tecnologias avançadas. Softwares modernos são capazes de organizar e centralizar informações, proporcionando uma gestão conectada e eficiente.

A estratégia omnichannel também ganha destaque, alterando a forma como os consumidores realizam compras e impactando positivamente as áreas de expedição e entrega.

Em resumo, a logística no varejo é uma peça-chave para o sucesso econômico, repleta de desafios que podem ser superados com inovação, criatividade e investimento nas ferramentas certas.

Garantir uma gestão abrangente, eficiente e bem aplicada é essencial para encantar os clientes e alcançar a excelência logística.

A Emtel e o Processo Logístico: sua parceira para a Eficiência Operacional

Com metodologias modernas, a Emtel presta serviços de operação logística que engloba recebimento, tratamento, conservação, inventários, controle de estoques por meio de WMS, SAP e RFID, separação, embalagem e entrega de materiais. Sempre utilizando veículos que melhor se adequam a operação.

A Emtel possui ainda a capacidade logística de administração de Centros de Distribuição de seus clientes, como conservação predial, aprimoramento e otimização de espaços, implantação de metodologias novas de armazenagem, além de estudos gerais de melhoria contínua.

Entre em contato com a gente para saber como a Emtel pode impulsionar a eficiência logística da sua empresa, garantindo processos ágeis, precisos e alinhados com as melhores práticas do mercado. Sua jornada para uma logística de excelência começa aqui.

A função da logística: entenda como ela pode transformar seu negócio

A função da logística: entenda como ela pode transformar seu negócio

O Mercado Livre, gigante do e-commerce na América Latina, enviou mais de 254 milhões de itens no primeiro trimestre do ano passado (representando crescimento de +22,2% em relação ao mesmo período de 2021)

A logística é uma das áreas mais importantes de uma empresa, responsável por garantir a eficiência e eficácia do processo de movimentação e armazenamento de materiais, produtos e informações.

Atualmente, uma logística eficiente é crucial para a gestão empresarial, uma vez que pode afetar diretamente o sucesso financeiro da organização e a satisfação do cliente.

Por isso, no artigo de hoje, vamos discutir a função da logística e como ela pode contribuir para o sucesso de uma empresa.

Queremos explorar as atividades e processos que fazem parte da gestão logística, bem como as vantagens de uma logística bem planejada e executada. Vamos lá?

Para que serve a logística?

A função da logística é garantir que os produtos e materiais estejam disponíveis no lugar certo, na hora certa, na quantidade certa e nas condições adequadas.

Em outras palavras, a logística é responsável por gerenciar o fluxo de materiais e informações ao longo da cadeia de suprimentos, desde a compra de matérias-primas até a entrega do produto final ao cliente.

Conheça agora 4 das principais atividades que fazem toda a diferença no processo logístico das empresas:

Gerenciamento de estoques: atividade que envolve a definição de níveis de estoque, a realização de inventários, a previsão de demanda e a gestão de armazéns e centros de distribuição

Transporte: atividade que envolve a escolha de rotas, modais de transporte, fornecedores e a gestão de entregas

Processamento de pedidos: atividade que envolve a preparação de pedidos, a separação de produtos, a embalagem e o envio aos clientes

Gestão de fornecedores: atividade que envolve a seleção de fornecedores, a negociação de preços e prazos de entrega, e a avaliação contínua de desempenho

Ao desempenhar suas atividades de forma eficiente, a logística pode contribuir para reduzir drasticamente custos operacionais, aumentar exponencialmente a eficiência operacional, melhorar o atendimento ao cliente e consequentemente, aumentar a satisfação dos clientes.

Como a logística pode contribuir para o sucesso de uma empresa?

Quando a logística é bem gerenciada, empresas podem ter benefícios significativos. Portanto, é essencial que a logística seja valorizada e bem gerenciada dentro de uma empresa, a fim de obter esses benefícios e garantir o sucesso da organização.

Leia também:
Como a tecnologia pode ajudar na sua operação logística →
Entenda como é a carreira em Logística e Supply Chain →
A logística no e-commerce brasileiro: estratégias para atender às demandas →

Quais atividades e processos fazem parte da gestão logística?

A gestão logística é um conjunto de atividades e processos que visam planejar, implementar e controlar o fluxo eficiente e efetivo de bens e serviços, desde o ponto de origem até o ponto de consumo, com o objetivo de atender às necessidades dos clientes e maximizar os lucros da empresa.

Algumas das atividades e processos que fazem parte da gestão logística incluem:

Planejamento de demanda;

Gestão de estoques;

Compras;

Armazenagem;

Transporte;

Distribuição;

Gerenciamento de resíduos;

Gerenciamento de riscos;

Conclusão

Agora que você conhece a função da logística, como ela pode contribuir para o sucesso de empresas e quais atividades fazem parte da gestão logística, é hora de conferir o material gratuito e exclusivo que preparamos para você!

Com o e-book “Desvendando a Logística 4.0: tecnologias avançadas aplicadas à gestão logística” do blog Logística & Mobilidade, você aprofundará seus conhecimentos em logística, tecnologias 4.0 e a evolução do mercado no país.

Aproveite a oportunidade de entender como o setor impacta o preço dos produtos e a geração de empregos no Brasil.

Acesse o link e faça já seu download!